JAVALI: A FERA ESTÁ ENTRE NÓS!


Javali: A fera está entre nós!
.
Download • 344KB



Javali: A fera está entre nós!

o javali e por excelencia uma das especies mais desafiadoras de caça maior em practicamente todos os paises em que está presente. Este animal deesperta uma paixão incalculavel em quase todos os practicantes destá modalidade de caça por um lado, pela quantidade dos individuos existentes< e por outro pela facilidade com que prolifera em quase todo o tipo de terreno. A pesar de ter preferencia por zonas de amior e mais densa cobertura vegetal, e facil entontra-lo tambem em zonas mais ralas de vegetação ou apenas cultivadas. A especie revela uma invulgar capacidade de adaptação a diferentes tipós de ambientes, com o unico senão de não lhe faltar a alimentação variada e a agua. Revela, ainda, um elevado grau de nomadismo (capacidade de se deslocar de umas regioes para outras), conforme os habitos da especie.



ORIGEM, HABITOS E CARACTERISTICAS

O clima, a disponiblilidade de alimento e ainda um dos fatores mais importantes, a tranquilidade da área são determinantes. A especie revela igualmente uma invulgar robustez fisica, dado que e puco afetada por doenças virais ou epidermicas, sabendo-se que a sua taxa de mortalidade por esses motivos e muito baixa (inferior a 3%), apresentando tambem uma taxa de reprodução muito elevada, associada a uma taxa de mortalidade pós-natal muito baixa. As femeas antigem a maturidade sexual por volta dos 8 a 10 meses de idade; e quanto a primeira ninhada e de cerca de três a quatro crias, nas restántes paricoes esse valor pode triplicar. Por esses motivos; e de uma forma geral podemos dizer que existem javalis em practicamente todo o mundo. E podemos tambem deduzir que a especie não está em vias de extinção .o javali tem uma atividade predominantemente noturna e e dotado de alguns sentidos ultrassensiveis, que são o olfato e a audição. Defendendos-se dos predadores mais frequentes, neste caso o homem, de uma forma extrãordinaria. Sendo esse o unico predador sistematico da especie o animal habitou-se a pressentir a sua presenca e a evitar o mais elementar contato visual – pelo que a sua caça se torna altamente atraente por ser dificil e incerta, apesar da evolução dos meios de caça atuais. Nunca se podera explicar com esatidão o significado das pinturas rupestrês da “garganta de gasulla”, no leste da Espanha. Não obstante, hoje em dia se parte da ideia de que as covas, grutas e entrancias rochosas mais antigas decoradas com representacoes de animais (entre eles o javali) eram, na idade da pedra, recintos sagrados dos caçadores. Durante toda a existencia humana estáo presentes pinturas, estátuas, tapecarias, moedas, escudos e a mais variada gama de artigos de decoração onde figurava o javali.

O javali europeu, cujo nome cientifico e sus scrafa, e um paquiderme, mamifero suideo, da familia dos ungulados (dedos pares), que e considerado o ancestral dos nossos porcos domesticos. E extremadaemente forte e perigroso quando acuado.



Sua distribução está disseminada em practicamente todo o mundo. Na america do sul foram inicialmente introduzidos na Argentina em 1906, na região de pampa, e de la para o chile e Uruguai, chegando ão rio grande do sul, pelo sul, via Uruguai; e atualmente está presente em practicamente em todo o pais.

O seu peso e medidas (machos adultos) variam de acordo com o local e alimentação disponivel: a media fica entre 1,30m e 1,60m, com 130kg e 120kg.

A cor de sua pelagem varia de cinza escura ou parda a preta; e e compósta de grossas cerdas, ralas no verão e espessas no inverno. No lombo tem a pele extremadamente forte com pelos que se ericam quando irritado, alcancando 10cm, de altura, dando-lhe aspecto agressivo.

Suas orelhas, menores que a do porco demestico, pontiagudas e sempres eretas, projetam-se acima do cranio.

Seu tronco e forte e mais alto na dianteira, e seu rabo e erguido, com uma mecha de grossos pelos na ponta.

Os javalis tem olhos muito pequenos e a vista algo debil, mas em compensação pssuem ouvido e olfato extrãordinarios, podendo ouvir e cheirar a grandes distancias. Alem disso tudo, contam com um instinto agucado.

A dentição dos javalis machos tem uma pecualiridade notavel: os quatro caninos estáo curvados para cima, e lateralmente, em forma de semicirculo. Os dois inferiores se chamam defesas e os superiores amoladores, que servem para afiar e deixar pontiagudas as defesas, que se tomam armas temiveis. O tamanho dos caninos determina a idade do animal.



Boa parte dos seus alimentos encontra fucando o solo, para o qual está adaptado: o seu cranio tem forma de cunha, o focinho conico; e a dentição especialmente robusta está adequada para fucar, facilitando a sua procura por raizes e tuberculos. Tambem apreciam as lavouras de cereais, especialmente de milho, onde causam grandes prejuizos.

Essa ferramenta tambem e usada para golpear firmemente, empurrar e morder os adversarios em suas lutas, entre eles os caçadores e seus caes.

Seus habitos alimentares são bem diversificados, pois são onivoros. Alem de raizes e tuberculos, comem frutas, flores, ervas, milho e todo tipo de cereais, bem como pequenos animais e carcaças de animais mortos.

E um animal de mato por excelencia: busca o resguardo no matagal durante o dia, onde selciona o lugar para fazer sua cama e, ão anoitecer, recomencara sua ronda em busca de alimento.

Busca terrenos pantanosos onde tem seus barreiros, os queais lhe permiten cobrir-se com uma camada de lama que o protege de insetos e parasitas da pele.

Solitario, o macho adulto busca durante o cio a sua femea. Deste acasalamento nascem os filhotes, em ninhos no mato fechado e tranquilo, ãos três meses em numero de três a quatro nas femeas jovens: e ate doze nas adultas. Suas mamas, em numero de oito, produzem alimento adequado para os mais fortes, comencando desde então a seleção que a natureza impõe.

A javalina e uma boa mae, nunca se separando de sua prole e atendedo-a em suas necessidades. Não existe animal que defienda suas crias como o javali. Em caso de ameaca ataca ferozmente, sem distinção, ão homem, caes, puma ou outro animal qualquer.


A CAÇA DO JAVALI

Existem inumeras maneiras de caça javali, porem as mais comuns são de esepra ou com caes. Na modalidade de espera, são identicados os barreiros onde os javalis vão banhar-se e se monta uma espera em cima de uma arvore, armação de madeira ou metal; e a noite, de preferenciacom lua cheia, com auxilio de binoculos para melhor identificar os alvos, se aguarda a chegada dos mesmos, tendo o cuidado para não fazer qualquer ruido, com vento contra o rostro e o mais camuflado póssivel.

O caçador sempre busca escolher um macho adulto com grandes dentes, que são os seus trofeus. Caso não haja lua cheia ou esteja nublado, pode-se usar uma lanterna para iluminar os alvos.



Na modalidade de perseguição com caes, estes são soltos durante o dia nos matos onde previamente se identificam pegadas, estrume ou outros sinais de sua presenca. Normalmente de 5 a 10 caes são soltos; e saem farejando ate sentirem a presenca proxima de um javali. Nesse momento, o lider da mantilha comenca a uivar, alentando os caçadores e os demais caes para iniciarem a perseguição. Quando logram alcancar a presa, bucam caera-la; e cada um tenta segura-la em alguma parte de seu corpo, tal como focinho, orelhas, mãos e pes, rabo, escroto e etc, pois o maxilar de um ção não e suficientemente forte para furar o couro de javali e feri-lo.



Nessa luta, ate a chegada do caçador- algo que pode levar algum tempo- , muitos caes, dependendo do tamanho do javali são feridos ou ate mortos.

Neste tipo de caçada não existe uma seleção por parte do caçador, pois os caes perseguem qualquer javali, podendo ser femea ou macho, jovem ou adulto sem distinção.

As armas utilizadas para as caçadas de javalis tanto podem ser de alma raiada (carabinas ou fuzis) ou de aima lisa (espingardas).

No caso das carabinas e dos fuzis e recomendada para caça do javali no minimo munição de 6mm de diametro, com ponta expansiva, peso de 6.5 gramas (100 grains) e velocidade de 750 m/seg (2300 fps). Ai estáo incluidos os calibres para fuzis de caça maior como .243.7x57 Mauser .7 Rem. Mag. .308 Win. 30-06 Spring e .300 Win. Mag, entre outros.

Para espingardas podem ser utilizados os calibres 12, 16 e 20 com munição especial, ou seja, cartuchos com prejetil singular conhecido como balote (tipo knock-down). Esse tipo de munição tem se mostrado grandemente eficaz e preciso, atingando velocidades de 450 m/seg e energia de 3.200 joules, capaz de derrumbar qualquer javali.




O balote tradicional knock down tem grande precisão em disparos de ate 100m e e importado da italia. Por ser fabricado com chumbo de maior dureza do que a dos balotes convencionais, sua expansão e menor, mas sua penetração bem superior, permitindo perfurar couros espessos e ossaturas pesadas, assim atingido orgãos vitais com maior facilidade. Tal munição está disponivel nos calibres 12 (3”), 12(2 ¾”) e 20 ¾”).

Uma nova opção e o knock down sabot que utiliza o mesmo tipo de balote know down, porem com menor diametro e encasulado em bucha plastica. Por ser mais leve, pode ser impelido a maior velocidade, gerando, ainda, excelente energia de impacto. Sua maior ventagem está na precisão dos disparos a mais de 100m superior a do propio balote knock down convencional. Tem energia de 2560 joules.

Por fim, cito outra novidade: o knoeck hex carregado com balote importado de EUA, fabricado em aco mas com estrutura extema de plastico que empede que o mesmo encoste no cano da arma, danificando-o. Esse balote póssui a caracteristica de que sua parte anterior se rompe em seis petalas distintas, quando do impacto com o alvo, com cerca de 30 grains (2 gramas) cada, gerando, assim, seis projeteis secundarios, enquanto que a parte pósterior (base) continua sua penetração na trajetoria original. E um projetil de alta letalidade, mas destinado a ser utilizado em distancias não superiores a 30m. Tambem tem energia de 2.560 joules.

Efetivamente, o tiro que produz os melhores resultados e na zona da paleta do animal, onde se encontram orgãos vitais (coração e pulmoes), o que produzira uma morte imediata. Não havendo extrema neccessidade de se defender de um ataque, não se atira na cabeca, pois quase fatalmente se destuiriam os dentes, que são os trofeus de caçada.


O javali, como todo animal selvagem, quando acuado, ferido ou com cria, se torna extremadamente violento e perigoso e, mesmo ferido mortalmente, a aproximação deve ser cautelosa, e não se deve vacilar em dar outro tiro para a seguranca do caçador. Não e prudente a perseguição de um javali ferido no mato a noite: deve-se deixa-lo, pois estándo ferido se movera lentamente, podendo o caçador na manha seguinte, com caes, descobrir seu paradeiro.

Muiso se tem escrito sobre o famigerado javali, que penosamente tem sobrevivido ão estigma de praga, como e batizado erroneamente no Uruguai e brasil.



Cabe destácar que, em paises do primeiro mundo, o javali e amparado por leis conservacionistas, para recreio dos caçadores esportistas e como fonte de ingreso de divisas para o propietario de terra e estádo.

Em termos economicos o javali e uma fonte de renda alternativa para os propietarios de terra que , na caça, tem seu retorno garantido e mais rentavel que qualquer animal domestico, compensando os danos que venha a causar na lavoura ou rebanho. Hoje, no brasil, a carne do javali eta bem cotada, e muito apreciado pelos conhecedores por seu excelente sabor, baixo teor de gordura e tambem de colesterol.




Na belgica, este pequeno pais europeu, são caçados anualmente 9000 javalis; na Alemanha 550000; e na Italia, Franca e Espanha milhares de exemplares são abatidos esportivamente.


Todos os extremos são ruins, no termo medio está o bom senso. Temos que controlar, regulamentar, gerenciar, porem nunca destruir!

Numa sociedade que se urbaniza e que mais e mais se distancia da natureza, pucos são os individuos que convivem tão de perto com o inestimavel patrimonio natural queanto o caçador amadorista. Essa convivencia e a base da consciencia que o toma o mais ferrenho inimigo do caça clandestina e o primeiro a reivindicar mais intensa a melhor fiscalização.


Boa caçada!!

Vitor nora e caçador e diretor de savage adventures, agencia de safaris.


Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Registered / Registrado / Inscrit:

SMA -Servicio de Material y Armamento - Departamento registro de armas
MGAP - Ministerio de Ganadería Agricultura y Pesca - Areas protegidas y Fauna

© 2019 by Rincon de los Matreros

Rincon de los Matreros- Isla Patrulla, Departamento de Treinta y Tres, Uruguay

Cert. 001/14-RENARE 242/04